segunda-feira, julho 16

a busca

garagens
instantes
estantes
e tratores
estacionam
em direção
ao sentido
em direção
ao sentido sim tido?
ou ao sentido sentido?
será-sarah-serão-sarau-será que chegarão?
senão este poema
será o quê,
então?
sentido sem tido
é apenas sen
garagens
instantes
estantes
e tratores
estacionam
em direção ao
tido.

ao volante da vida
o poeta brinca de palavras-
encruzilhadas.

3 comentários:

Paulo Castro disse...

Clóvis, a estrutura é de um funil que vai se alargando e depois estreita, vida, e a direção da mesma.
Sacada formal fudida.
E parace uma brincadeira com as palavras, e vc sabe, só pode brincar legal com essas coisinhas quem manja.
Vc manja.
abração.
°

SAMANTHA ABREU disse...

ufa!
que delícia!

diovvani mendonça disse...

O sentIDO, é sempre "ido", na direção de outros cem. AbraçoDasGerais.