quinta-feira, outubro 18

Guardanapo

Quiçá uma piscina de versos, nado em palavras, mergulho límpido...
Mas é que às vezes os pântanos me encantam de medo e de breu, alguém me disse - talvez eu mesmo - que alguns tesouros só reluzem no breu pleno, eu apaguei a luz e escutei Madeleine sussurrando "Diz-se que além dos mares / Ali, sob o céu claro / Existe uma cidade / A estada é encantada /E sob as grandes árvores escuras / A cada noite /Pra lá se vão todas as minhas esperanças...", foi então que eu descobri que o meu breu também pode ser azul, quando eu assim desejar.


Mergulhe.



Beijos,
um blues e um dry martini...
Eu sou aquele, lá dentro.

8 comentários:

Carol Montone disse...

Eba!!!Se todo breu fosse assim......
vc é instigante menino....
beijos meus
Carol

SAMANTHA ABREU disse...

nossa...
escutei essa mulher hoje, mais uma vez.
Ando viciada nela ultimamente.
A voz é mesmo empolgante e nos faz ver luzes em ligares inesperados!

Beijos!

David Miranda disse...

Muito bom! gostei imenso, acho que está aí uma lição de vida.

a vida é a forma como olhamos para ela e a forma como queremos olhar para ela.

abraço

Marla de Queiroz disse...

Instigante mesmo, como diz a querida Montone.
Cada vez mais musical, mais querido, mais lapidado.
Eu sou fão...embora às vezes suma...rsrsrsrsr...
Vc é aquele, aqui dentro do mar-lá.

Fernanda Passos disse...

mergulho conduzido pelas belas letras que escreveste.
muito bom!

Fernanda Passos disse...

São belíssimas tuas poesias. Já adicionei aos favoritos para não perder o caminho. Volto pra degustar teus escritos.
Abraços.

Filipe disse...

Das coisas delicadas que só o blues e os bares intimistas nos ensinam.

Anônimo disse...

Em lugar que o verbo e a palavra se fazem imperadores amasiados, conduzidos por um maestro de poderes "paranormais e hipnóticos", tentar dizê-lo com outras mortais descrições seria pura ousadia. Mas o faço no intento de expressar o tamanho de minha admiração e surpresa da descoberta, em terras virtuais, de tão atraente forma de escrever... e cantar... e poetizar... Parabéns!
astor_romano@hotmail.com